segunda-feira, 20 de abril de 2015

Bel Kutner estará em “Verdades Secretas”, próxima novela das 23h, Confira!


Longe das novelas desde “Amor à Vida” (2013), na qual viveu a enfermeira Joana, Bel Kutner já tem novo trabalho definido na Globo.

De acordo com a colunista Patrícia Kogut, a atriz estará em “Verdades Secretas”, trama das 23h escrita por Walcyr Carrasco. Esta será a terceira vez que a filha de Paulo José trabalhará com o dramaturgo – ela também participou de “Gabriela” (2012).

A propósito, as gravações do folhetim já começaram em São Paulo, onde se passará a história. Conforme noticiou o Fã Clube Oficial Globo, parte da equipe esteve no SPFW nesta semana para rodar sequências dos primeiros capítulos.

“Verdades Secretas” será a primeira produção inédita da faixa – antes reservada para remakes – e contará com Marieta Severo, Reynaldo Gianecchini, Deborah Secco, Eva Wilma, Rainer Cadete, Grazi Massafera, Camila Queiroz, Guilhermina Guinle, Ana Lúcia Torre, entre outros, em seu elenco.

Maria Casadevall e Bruna Marquezine disputarão Maurício Destri em “I Love Paraisópolis”, Confira!


Longe das novelas desde “Amor à Vida” (2013), Maria Casadevall estará em “I Love Paraisópolis”, próxima das 19h, para atrapalhar a vida da personagem de Bruna Marquezine.

A ambiciosa arquiteta Margot é namorada e sócia de Benjamin (Maurício Destri), que acaba se apaixonando pela mocinha Mari. Vendo o seu plano de se casar como rapaz ir por água abaixo, a morena vai se mostrar uma mulher forte para dar a volta por cima.

“Eu me apaixonei por ela desde o começo. Ela é uma mulher muito forte, muito inteligente. E o Alcides [Nogueira] e o Mário [Teixeira] escrevem cenas maravilhosas, que tem sido muito bom de fazer”, afirmou Casadevall ao site oficial da Globo.

A substituta de “Alto Astral” estreia no dia 11 de maio e conta com direção de Wolf Maya e Carlos Araújo. No elenco, entre outros, Tatá Werneck, Letícia Spiller, Caio Castro, Henri Castelli, Alexandre Borges, Danton Mello, Nicette Bruno, Danton Mello, Ângela Vieira, Danton Vigh e Lucy Ramos.

Em capítulo especial, “Malhação” relembrará cenas marcantes de temporadas anteriores, Confira!


Esse ano a Globo completa 50 anos, mas um produto em especial da casa também comemora uma data bastante importante.

A série “Malhação”, sucesso entre o público jovem, completa seus 20 anos de exibição pela Globo, duas décadas de história.

Para comemorar tal data, a atual temporada da “novelinha” fará uma homenagem bastante especial para o folhetim.

No dia 24, a abertura relembrará fotos marcantes de temporadas anteriores, e também personagens como Cabeção e Mocotó.

Em mais um capítulo, que vai ao ar no próximo dia 27, outra homenagem. A “galera da Ribalta” cantará o sucesso Te Levar, da banda Charlie Brown Jr., música que por mais tempo fez parte da abertura da novela.

“Malhação” completa 20 anos e elenco antigo promove reencontro, Confira!


A novela “Malhação” está prestes a completar 20 anos, que será comemorado no próximo dia 24 de abril. Essa foi a data exata da estreia da novelinha, em 1995, que está no ar até hoje fazendo a cabeça de jovens, adolescentes e até crianças. Ao longo de todos esses anos, houveram personagens que marcaram época, como é o caso do “Cabeção”, do Sérgio Hondjakoff.

Para comemorar essa data, parte do elenco da trama, de diversas temporadas, se reuniu para conversar e comemorar essa data histórica. Alguns deles continuam atuando na Globo, outros, migraram para a Record, há também os que se tornaram apresentadores e alguns nem estão mais no meio artístico, como é o caso de Claudio Heinrich, hoje professor de jiu-jitsu.

Aos 42 anos, ele diz que não podia ter estreado em lugar melhor. “Eu tinha que melhorar muito ao longo da temporada. O legal é que já nos primeiros capítulos o público virou fã de carteirinha e isso me ajudou bastante. Acredito que muitos que começam ali têm sorte em outros trabalhos por conta disso, desse retorno positivo do público”, disse ele, que fez o Dado de 1995 a 1977.

“Tenho essa boa vida graças a “Malhação”. Até o jiu-jitsu começou lá. Sou totalmente grato e em breve voltarei à TV”, disse. Bruno de Luca, 32, hoje apresentador no Multishow, também falou sobre a trama. “Hoje em dia conheço gente que nasceu naquela época e fico desesperado. Comecei com 12. Foi legal porque marcou minha adolescência”, contou o Fabinho da primeira temporada.

André Marques, aos 35, chegou no local gritando para a ex-namorada e amiga Fernanda Vasconscellos: “A falecida!”. Sobre o momento mais marcante, ele brincou: “Está puxado. Que reportagem é essa? Todo mundo respondeu?”, falou o apresentador do reality “Superstar”. “Estou esperando para colar um pouquinho da resposta de cada um” completou Bruno, bem-humorado.

Fernanda, hoje com 30 anos, interpretou a Betina na 12ª fase (2005). “Para mim o mais marcante foi a mudança em geral. Eu não conhecia nada, nunca tinha trabalhado com roteiro. E a disciplina. Todo meu entendimento da profissão começou ali”, contou a atriz, que aponta Cabeção e Mocotó, vivido por André, como personagens inesquecíveis.

O Cabeção, do Sérgio Hondjakoff, por sua vez, foi apontado como “a grande revelação da fase”, sendo o único a permanecer no programa por cinco temporadas, ficando na boca de todos os que acompanharam a trama. “Lutei para aquele momento e aconteceu. Foi o sexto contrato na Globo, mas foi o que marcou, me deixou mais conhecido”, se emociona o ruivo.

No encontro, o ator era o maior alvo de brincadeiras, de forma carinhosa, dos amigos. “Ih, Serginho com certeza foi o recordista de “Malhação”. Pegou todo mundo aqui, não?”, brinca Thiago Rodrigues, de 34 anos, o Bernardo da 12ª temporada (2005). “Tem história de camarim que não dá para contar, né?”, brincou o ator, que interpreta o Luís de “Sete vidas”.

O que ninguém negou é que todos aprontavam muito no set. “Bruno se apaixonou por uma figurante uma vez, numa festa club. Era uma gatinha. A menina falou que queria entrar e ele disse que era filho do diretor. Quando vou lá em cima da caixa d’água do lugar, estava Bruno com a menina cheio de malemolência”, entrega o amigo da onça André Marques.

Alice Wegmann, que interpretou Andrea na temporada de 2010 e Lia em 2012, aos 20 anos, ficava no cantinho rindo das histórias que admirava desde os 5 anos, quando começou a assistir a novela escondida da mãe. “Ela falava que eu não podia ver e eu fugia para o quarto da babá. “Amiga-quase-irmã’’ de Juliana Paiva, a Fatinha da 20ª temporada, Alice falou sobre o grande encontro.

“Se ver todo dia é difícil mesmo, mas quando a gente se encontra, é como se tivéssemos falado com a pessoa anteontem. Você continua íntimo. A gente não perdeu o que criou”, disse ela sobre a amiga. Já a Juliana, revela que comprava os CDs com a trilha sonora da novela, entrega que até sonhava participar do elenco “bem antes de surgir a oportunidade”.

“Existia um receio meu da personagem não ser querida pelas meninas por conta da sua máscara de menina sem noção, inconveniente, avançadinha, que beijava o namorado das outras, aprontava. Mas conforme a gente foi trabalhando, mostrando as outras faces ou camadas, o jeito franco, romântico e transparente foi ficando mais fácil de entendê-la”, lembra Juliana, de 22 anos.

Quem também esteve nesse encontro foram os atores Roger Gobeth e Samara Felippo, intérpretes do Touro e Érica, respectivamente, na temporada de 1999. Na trama, a moça descobriu ser soropositivo e, após muita dor provocada pela desinformação, o casal superou de forma madura e emocionante o drama. Os dois contaram como foi a experiência marcante.

“Achei muito ousado. Nunca me esqueci de um programa de que participei, do Serginho Groisman, onde uma menina da minha idade na época contou que pegou aids na primeira transa”, emociona-se Samara, de 36 anos, que esteve recentemente no ar em “Os Dez Mandamentos”, na Record, fazendo um par romântico novamente com o Roger: “Ele será meu parceiraço para sempre”.

O ator, de 42 anos, comemora até hoje ter sido o interlocutor de um assunto tão sério logo em sua estreia em novelas: “Foi educativo. A gente tinha a conversa com o jovem e recebia o retorno dos pais, que achavam importante falar sobre aquilo”, lembra o ator, que estará em “Escrava mãe”, próxima novela da Record.

Fernanda Vasconcellos e Thiago Rodrigues também repetiu a dose. Eles protagonizaram a temporada de 2005 e se reencontraram no ano seguinte, em “Páginas da Vida”, na qual a personagem dela tem gêmeos dele e morre, e em 2010, na novela “Tempos Modernos”. “Sempre penso no Thiago com carinho. Acredito que esse sentimento seja fruto de um respeito mútuo, dentro e fora de cena”, disse Fernanda.

“Ele tem um jeito parceiro de ser que deixa à vontade, a troca fica mais produtiva e viabiliza o trabalho”, conta a atriz, que deixou o quarto ano de Direito para tentar a carreira artística no Rio, não passou no primeiro teste de “Malhação” e só voltou a sorrir cinco meses depois, quando conquistou o papel principal: “A alegria era tão grande que dava até medo”.

E o atual elenco não poderia ficar de fora. Isabella Santoni e Rafael Vitti, que interpretam o casal Perina, que nem haviam nascido na estreia da trama, faz sucesso em “Malhação Sonhos”. “Sempre acompanhei “Malhação” e a temporada que mais me marcou foi a que tinha a Vagabanda (2004), porque adorava a Marjorie Estiano”, lembra Bella, de 19 anos.

O namorado, que nasceu no mesmo ano da novela, dá seu pitaco. “Tenho lembranças bastante sólidas da temporada do Cabeção”.

Depois de foto, vídeo com nova redação do “JN” vaza na internet; Assista!


A Globo não está tendo sorte com seus funcionários nos últimos anos. Depois de ter um institucional com sua nova logomarca vazada na internet um ano antes de ser lançada, agora chegou a vez de detalhes do “novo” “Jornal Nacional” serem divulgados.

Um usuário do Instagram postou neste sábado um vídeo mostrando a nova redação do jornalístico da Globo. Em 15 segundos ele dá uma volta com a câmera pelo cenário e ainda aproveita pra fazer uma espécie de “narração” do trabalho executado.


Vilões de “I Love Paraisópolis” resolverão tudo “na cama”, Confira!


Em breve a Globo irá estrear mais uma telenovela das 19h. Substituindo o sucesso “Alto Astral”, vem aí “I Love Paraisópolis”, novela de Alcides Nogueira e Mário Teixeira que, como em toda novela do horário, terá bastante humor, sem deixar os vilões de fora.

Os atores que interpretarão os malvados personagens na trama serão Letícia Spiller e Henri Castelli. Segundo o ator, a relação entre os dois não será nada fria.

“Os dois têm uma relação carnal, sexual. Será um casal quente, que resolve as coisas na cama. Tem bem essa pegada”, conta.

Já Letícia, fala um pouco mais sobre sua personagem no folhetim.

“Soraya vai causar a novela inteira. Ela fala absurdos como se fossem as coisas mais cotidianas. É louca, toma remédio para dormir. Ela só pensa nos seus interesses e é capaz de tudo para proteger seu patrimônio.”
A entrevista foi cedida pelos atores para a coluna Revista da TV, do jornal O Globo.

Novo “Zorra” será uma mistura de “TV Pirata” com “Casseta” e “Tá no Ar”, Confira!


A Globo está preparando grandes novidades para o ano de 2015 em sua programação. Em seu cinquentenário, além dos especiais, a emissora está tratando de reformular clássicos programas que fizeram muito sucesso no passado, mas acabaram sendo deixados um pouco de lado pelo público.

Um dos programas que passarão por mudanças é o “Zorra Total”. Aquele “programa rejeitado, que já deu o que tinha que dar” sairá de cena, dando espaço para novas ideias. Segundo uma das participantes do novo projeto, a atração será uma espécie de mistura com grandes humorístico da TV brasileira.

“Quando o Marcius Melhem me mandou uma mensagem dizendo que ia assumir a direção da redação do novo ‘Zorra’, que o programa ia ser mais ousado, com uma pegada meio ‘TV Pirata’, meio ‘Comédia MTV’, com ‘Porta dos fundos’ e ‘Tá no Ar’, falei: ‘Putz, vambora'”, contou Dani Calabresa ao jornal O Globo.

Na entrevista, Dani ainda comemora o fato de que na nova fase do humorístico as mulheres não aparecerão sem roupa, o que a deixa constrangida na temporada atual.

“Eu não ria de quadro de mulher pelada, dava um ‘constrangimentozinho’. Por isso que eu acho que as pessoas tinham tando preconceito com o “Zorra”. Graças a Jesus, não vai ter mais mulher pelada, vou trabalhar de roupa“, comenta.

sábado, 18 de abril de 2015

Novela “Império” já foi vendida para 15 países e faz Globo comemorar, Confira!


Há pouco tempo atrás chegava ao fim mais uma novela de Aguinaldo Silva. “Império”, que levou a palavra Comendador para a maioria das rodas de fofoca por todo o Brasil, pode não ter sido um grande sucesso em audiência, mas continua rendendo para a Globo.

Desde que colocou a trama em catálogo, no mês de janeiro, a trama já atingiu um número expressivo de vendas, o que fez com que a Globo comemorasse bastante. Até aqui, o folhetim protagonizado por Alexandre Nero já foi vendido para 15 países no total.

A quantidade é boa, mas o número não chega nem perto do conquistado pelo maior sucesso de vendas da Globo. “Avenida Brasil” é a novela recordista de exportação do canal. A trama de João Emanuel Carneiro já foi vendida para 130 países.

As informações foram obtidas da coluna Outro Canal.